No mercado de trabalho atual, a figura de um líder se faz bastante necessária em um cenário com cada vez mais empresas abertas e organizações se readequando aos novos patamares financeiros do país. Neste sentido – e embora cada empresa possua seu próprio método de trabalho – sete diferentes tipos de liderança são frequentemente observados.

Do motivacional ao Coaching, exercer lideranças construtivas requer conhecimento

Notar a presença de cada uma destas diferentes lideranças faz com que a condição nata de que alguns perfis são “pré-destinados” a gerenciar equipes vá por água abaixo. Na atual conjuntura, desenvolver capacidades de liderança é ação extremamente comum em grupos com maior ou menor número de colaboradores.

Mesmo que o posicionamento de liderança seja inviável para algumas personalidades, sete diferentes tipos de líderes serão destacados ao longo deste artigo. Do autoritário clássico ao liberal e democrático, diversas características dão forma a cada um destes perfis. Resta, então, o fato das empresas se adequarem ao modelo que mais lhes convém.

Tipo de Liderança Autoritário

O clássico modelo de líder autoritário ainda não “caiu em desuso” na atualidade – embora o mercado pareça mais propenso a perfis mais agregadores. A falta de funcionalidade faz com que estes chefes (sim, neste caso, o termo “chefe” pode substituir o “líder”), porém, percam cada vez mais espaço em companhias de grande, pequeno ou médio porte.

Uma das principais características que configuram este perfil consiste na não importância com a opinião dos demais colaboradores da empresa. O que esta figura pensa e deseja como certo, assim será, não importando as eventuais consequências negativas presentes neste processo.

Geralmente, o autoristarismo faz com que os demais funcionários temam por chefes desta categoria. Mais do que isso, é comum se observar a noção de que estes colaboradores também não respeitam as decisões e as condutas deste cargo central.

Líder Especialista

O líder especialista não deve ser confundido com o autoritário. Estes profissionais se condicionam por, em primeiro plano, serem extremamente especialistas, de fato, no assunto em que trabalham. Todas as outras características básicas de um líder (como relação interpessoal e atividades similares) não fazem parte da conduta geral destes perfis.

Justamente por isso – mas entendendo-se, ao mesmo tempo, que estes profissionais são essenciais para diversos setores produtivos -, se faz necessária, em diversos momentos da trajetória destes gestores, que o monitoramento de equipes e os relacionamentos pessoais sejam aperfeiçoados de alguma forma.

Coach

Através das noções de Coaching, gestão de pessoas e liderança em si, o líder Coach se condiciona por ser extremamente estudioso e atualizado com as novas tendências do mercado. Motivação, metas claras e a transposição dos obstáculos cotidianos são ferramentas altamente trabalhadas por este tipo de liderança.

Tipos de Liderança no Mercado de Trabalho - Coach

Ao normalmente se sair bem com os demais colaboradores dos diferentes setores industriais ou comerciais, o Coach consegue, invariavelmente, estimular o melhor dos funcionários em cada ambiente em que pratique suas ações.

Além disso, as limitações (de toda a equipe) são constantemente superadas pelos trabalhos específicos e formatados por um líder Coach. Desta forma, a sinergia tende a marcar presença incisiva nas regiões de atuação deste imprescindível tipo de líder.

Liderança Motivadora

Entre os distintos tipos de lideranças, os líderes motivadores são aqueles que mais atuam com a parte emocional aliada a produtividade de seus liderados. O líder motivador consegue ser passional sem perder o foco do caminho do sucesso profissional.

Alguns deixam um pouco a desejar no quesito técnica ou conhecimento teórico, porém, estes perfis normalmente compensam na inspiração e nos níveis máximos de motivação nua e crua por parte da equipe.

As principais ações presentes na rotina do líder que motiva trata dos resultados surpreendentes que podem ser conseguidos através de equipes limitadas ou com maior poder de reação. Estas personalidades normalmente são recheadas de foco e capacidade de persuasão prática.

Líder Carismático

O líder carismático se aproxima do tipo motivador em diversos aspectos. No primeiro deles, este tipo de monitoramento e gerência cuida da paixão a ser desenvolvida em todos os colaboradores pela empresa em que atuam. A motivação é parte fundamental deste processo, mesmo que seja de maneira indireta.

Tipos de Liderança no Mercado de Trabalho - Líder Carismático

Ao comumente deixarem os funcionários com maior liberdade para interagirem entre si (e também com o líder, em qualquer circunstância), estes profissionais são capazes de agregar diversos benefícios ao ambiente corporativo. O carisma acompanha todos estes gestos.

Liderança Liberal

Diversidade e liberdade compõem os principais pilares da conduta do líder liberal. Esse tipo de liderança se condiciona por ser altamente capaz de estimular o diálogo e o máximo desenvolvimento de ideias por parte dos colaboradores como um todo. O espaço necessário para a criação de novas ações é costumeiramente ofertado por este tipo de gestor.

Para equipes maduras e/ou que trabalham juntas há bastante tempo, as posturas dos líderes liberais pode ser bem-vinda. Porém, a atenção deve ser redobrada em situações de acomodação ou negatividade por parte dos integrantes do grupo de funcionários.

Liderança Democrática

Um líder democrático se opõe, praticamente em todos os níveis, ao gestor autoritário. Neste caso, o profissional possui um perfil agregador e que conta com a participação de todos na tomada das decisões corporativas – das menores às mais robustas e responsáveis atitudes.

Ao oferecer possibilidades e não ser tão liberal como o exemplo citado anteriormente, estes gestores de equipe conciliam motivação e importância por todo o quadro de colaboradores. Desta maneira, todas as partes integrantes da equipe se sentem importantes o suficiente para o máximo andamento produtivo do trabalho.

Tipos de Líderes e a busca por Resultados

Os colaboradores que gerenciam equipes devem ser preparados – sob sistema de cursos e demais aperfeiçoamentos – para que hajam duas primordiais vantagens em um ambiente corporativo: aumento da produtividade e resultados gerados. Neste contexto, os diferentes tipos de lideranças devem ser trabalhados de acordo com as próprias características que possuem. Um treinamento para colaboradores e líderes vão ao encontro da definição dessas particularidades.

Os benefícios desta otimização podem ir além da manutenção do quadro de funcionários (muitos profissionais abandonam a empresa onde trabalham por conta de uma má relação com seus líderes). A promoção de futuros gestores é parte fundamental deste processo, que ainda pode gerar a renovação de um ambiente mais qualificado interna e externamente.

Precisa de uma transformação em sua equipe? Clique aqui